Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 22 de julho de 2012

Réplica de bicicleta utilizada no filme E.T é atração em exposição de Santos



Bicicleta usada em cena do filme "E.T" é uma das atrações da mostra. (Foto: Anna Gabriela Ribeiro/G1)Réplica da bicicleta usada em cena do filme "E.T" é uma das atrações (Foto: Anna Gabriela Ribeiro/G1)
Elas são econômicas, ecologicamente corretas, proporcionam bem estar físico e possuem milhares de apaixonados pelo mundo. As bicicletas são tão populares entre os
brasileiros, que uma exposição que acontece em Santos, no litoral de São Paulo, reúne modelos de diversas décadas para atrair pessoas de todas as idades.
São 15 modelos nacionais e internacionais, com cores e tamanhos variados, e as datas de fabricação vão da década de 40 até 90. Na exposição destacam-se as bikes com aro 20, que possuem uma estrutura menor; além de modelos tradicionais, como a mais antiga exposta, a modelo Centrum, de 1948. "Essa é a favorita das pessoas com mais de 60 anos. Os idosos relembram o passado, além dela ser uma bicicleta mais trabalhada, com detalhes no guidão e no banco", explica o colecionador Evandro da Silva.
Outra que chama a atenção dos mais velhos e atrai a curiosidade dos mais jovens é a Goriche, de 1962, que possui um sistema diferenciado para o farol. Conforme o condutor pedala, um equipamento gera energia para acender a luz do farol. Entre as mais curiosas, destaca-se também a Extra Light, que é o mesmo modelo da bicicleta utilizada no filme E.T, na emocionante cena em que o personagem principal pedala em direção à Lua.
Modelo de 1948 é o mais antigo em exposição (Foto: Anna Gabriela Ribeiro/G1)Modelo de 1948 é o mais antigo em exposição
(Foto: Anna Gabriela Ribeiro/G1)
De acordo com o colecionador Evandro da Silva, as favoritas das crianças são os modelos aro 20, pois são menores e muitas vezes coloridas. "Buscamos trazer muitas bicicletas desse modelo para agradar as crianças. Como é período de férias escolares, elas são o principal foco da exposição", afirma o gerente do shopping onde a exposição é destaque, Marcos Quitino. A exposição também exalta a rivalidade entre as principais marcas de bicicletas, que era forte principalmente na década de 80, quando determinada marca lançava um modelo e, em sequência, a concorrente lançava outra muita parecida.
A aposentada Lúcia Azeredo levou o neto Kaíque, de 9 anos, para ver as bicicletas antigas. Ele ficou surpreso com as diferentes formas. "As bicicletas pareciam maiores. Até o assento era bem grande", observa o menino.
Já o advogado Luciano Carlos Rodrigues, de 47 anos, adorou rever a bicicleta que ele usava na adolescência. "Antigamente as bicicletas eram feitas de forma mais artesanal. As pessoas tinham mais amor pelas bikes. A minha, por exemplo, era companheira", brinca o advogado.
As bicicletas antigas seguem expostas no Shopping Pátio Iporanga, que fica na avenida Ana Costa, 465, Gonzaga, até a próxima segunda-feira (30). A mostra funciona de segunda a sabado, das 10h às 22h, e aos domingos das 12h às 22h. A visitação é gratuita.
Marchas das bicicletas eram bem diferentes de como são atualmente (Foto: Anna Gabriela Ribeiro/G1)Marchas das bicicletas eram bem diferentes de como são atualmente (Foto: Anna Gabriela Ribeiro/G1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário