Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 23 de junho de 2012

De bike pela Estrada da Morte


De bike pela Estrada da Morte



CURVA PERIGOSA: Visual típico da mortal estrada boliviana
De um lado, montanha. Do outro, o precipício. Essa é a paisagem constante para quem pega o Camino a Los Yungas, mais conhecido como Estrada da Morte, uma das rodovias mais perigosas do mundo. Com aproximadamente 80 quilômetros de extensão, a estrada liga a capital boliviana La Paz ao nordeste do país (uma região conhecida como Los Yungas), e ultimamente vem sendo muito procurada por ciclistas.

Construída durante a década de 1930 por prisioneiros uruguaios capturados na Guerra do Chaco, a Estrada da Morte sempre teve índices 
altos  de acidentes. Em média, em torno de 100 mortes eram registradas todo ano. Mas na década de 1990 foi construída uma rodovia alternativa, mais moderna e mais segura, para substituí-la. 
Mesmo assim, por aventura ou inexperiência, algumas pessoas ainda passam pela mortal estrada boliviana. Se o visual e o desafio são atraentes, melhor ainda é percorrê-la de bicicleta. Para isso, procure agências especializadas como a El Solario
.

No vídeo a seguir dá para ter uma boa noção do trajeto. O grupo que aparece relatou que, um dia antes do pedal, quatro pessoas a bordo de um 4X4 rolaram da ribanceira. Portanto, todo cuidado é pouco por ali. 

http://gooutside.uol.com.br/1594

Nenhum comentário:

Postar um comentário