Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Conheça pontos que podem fazer você girar mais e com mais força, além de aprimorar sua técnica de pedalada


Mais potência?
Conheça pontos que podem fazer você girar mais e com mais força, além de aprimorar sua técnica de pedalada


Graham Watson Por Redação http://bit.ly/Sslcax

Há uma convenção sobre a forma como pedalar mais rápido: se aumenta a cadência ou se coloca mais força nos pedais. O giro mais rápido em marchas mais pesadas, na teoria, é a receita ideal para se chegar ao resultado sonhado, certo? Sim. No entanto, um bom pedal não se restringe apenas entre esses fatores.

Uma técnica errada e de nada vai adiantar você girar como uma hélice e ter a força de um tanque. O esforço será em vão. Puro desperdício. Ombros e cotovelos em movimento, joelho para fora, mãos muito tensionadas...tudo influencia na performance. Existem detalhes que podem ajudá-lo a transformar em velocidade a força total que se aplica enquanto pedala.

Como se concentrar na técnica antes de pensar na velocidade:

- Aumente a cadência aos poucos
Encontre uma marcha confortável na qual você pedala a 90 rpm. Aos poucos, aumente o ritmo para 100, 110 e, em alguns momentos, 120. Ao atingir esse ponto, coloque uma marcha mais leve e repita a sequência. Com o passar dos treinos, você vai estará mais forte e (o melhor) vai se parecer muito mais com um profissional. Outra estratégia é resistir em aumentar a marcha nas descidas e quando o vento estiver favorável — neste caso, aproveite a forcinha da mãe natureza para treinar uma cadência mais rápida.

- Treine com marchas pesadas
Ao dominar o exercício anterior, comece a fazer trabalhos intervalados, com pequenos tiros de 1 minuto. Mas atenção: não ceda àa tentação de usar marchas pesadas e deixar a cadência entre 80 e 90 rpm. Mantenha a cadência em torno de 120 rpm nesstes trabalhos. Além de aumentar seu limite anaeróbio e a força, esse formato também exige coordenação e condiciona o sistema vascular e as fibras musculares rápidas. Isso, sem exigir demais dos ligamentos e tendões, o que é ótimo, principalmente para quem está começando a se dedicar com mais afinco.

Começando devagar e pedalando suave, fica mais fácil concentrar todo o trabalho nas pernas, deixando os ombros e os braços relaxados o suficiente para cuidarem apenas dem manter a direção da bike. Mantenha o abdômen contraído e evite deixar o peso se concentrar na parte da frente da bicicleta. Essas dicas são válidas para sempre, na velocidade e na marcha que você conseguir pedalar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário