Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Audi divulga protótipo de sua primeira bicicleta elétrica


Audi divulga protótipo de sua primeira bicicleta elétrica
Feita de fibra de carbono, a E-bike Wörthersee promete chegar a 80 km/h


   Divulgação
Com 11kg, a e-bike Wörthersee da Audi deve chegar aos 80km/h
Em abril do ano passado, aAudi entrou para o mundo das duas rodas com o lançamento de três bicicletas de madeira em parceria com a empresa especializada no ramo, Renovo Hardwood. No último dia 16, na Áustria, a montadora alemã mostrou que está expandindo seus investimentos no setor e anunciou o protótipo da e-bike Wörthersee.

Para quem havia investido nos modelos rústicos de madeira, a bicicleta elétrica surge como sinônimo de inovação. Feita de fibra de carbono, pesa 11 kg, excluindo componentes elétricos, e é mantida por baterias de íons de lítio que levam duas horas e meia para serem carregadas.
   Divulgação
Tecnológica, a magrela oferece extenso aparato eletrônico e promete ajudar o ciclista a melhorar seu desempenho. É possível, por exemplo, conectar seu smartphone ao computador de bordo da bicicleta via wireless. Desta forma, as imagens de vídeo registradas por uma câmera no capacete são enviadas para a internet em tempo real. As manobras realizadas contam pontos que são registrados em um ranking online, tornando possíveis competições entre donos das Wörthersee.

Na tela de touchscreen do computador de bordo, o ciclista pode selecionar cinco modos de condução variados entre pedaladas apenas com força humana, totalmente elétrica ou mista. Sobre as rodas de fibra de carbono aro 26 da bike esportiva, é possível chegar a até 80km/h. O motor produz 2,3 kW de potência máxima e pode percorrer de 50 a 70 km. Só não se esqueça que no Brasil, a velocidade máxima permitida para esse tipo de veículo é de 50 km/h. Mas por enquanto não há razões para se preocupar com isso, afinal o modelo não passa de um conceito e ainda não saiu do papel. De acordo com a Audi, ainda não há previsão para o início da fabricação. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário