Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 5 de março de 2012

Ciclistas fazem protesto na Paulista após morte na Paulista


Ciclistas fazem novo protesto após morte na Paulista

Juliana Dias foi atropelada por um ônibus perto da Rua Pamplona quando andava de bicicleta pela região

Ciclistas protestam na Avenida Paulista após a morte da bióloga Juliana Ingrid Dias, de 33 anos, atropelada por um ônibus
Ciclistas protestam na Avenida Paulista após a morte da bióloga Juliana Ingrid Dias, de 33 anos, atropelada por um ônibus(Fabio Braga/Folhapress)
Dezenas de ciclistas foram à Avenida Paulista, na noite desta sexta-feira, para realizar um protesto contra a morte da bióloga Juliana Ingrid Dias, de 33 anos. A jovem foi atropelada por um ônibus na avenida, próximo à Rua Pamplona, nesta manhã, quando andava de bicicleta.
No início da tarde, manifestantes já haviam feito um ato no local do acidente, mas foram retirados por policiais militares após se deitarem na via.

A ciclista morreu atropelada por um ônibus da Via Sul, que fazia a Linha Sacomã-Pompéia 478-P-31. O acidente aconteceu por volta das 9h50. Um helicóptero Águia da Polícia Militar chegou a ser acionado, mas a ciclista morreu antes de ser socorrida.

Juliana trabalhava como analista de laboratório no Banco Público de Sangue de Cordão Umbilical do Hospital Sírio-Libanes. Em nota, o hospital diz lamentar profundamente a perda trágica de sua colaboradora. “A direção, funcionários e amigos compartilham com a família o pesar pelo seu falecimento”, afirma o hospital no documento.

O caso está sendo investigado pelo 78º Distrito Policial, nos Jardis. Segundo a Secretaria de Segurança Pública do estado (SSP), testemunhas que presenciaram o acidente foram ouvidas na tarde desta sexta-feira.

Márcia Prado - Em 2009, Márcia Prado, de 40 anos, também morreu ao ser atropelada na Avenida Paulista. De acordo com o Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) da Prefeitura de São Paulo, acidentes com bicicleta mataram 294 pessoas entre 2006 e 2010, o que equivale a, aproximadamente, uma morte por semana. Os dados de 2011 ainda não estão disponíveis.
Fabio Braga/Folhapress
Ciclistas protestam na Avenida Paulista após a morte da bióloga Juliana Ingrid Dias, de 33 anos, atropelada por um ônibus
Ciclistas protestam na Avenida Paulista após a morte da bióloga Juliana Ingrid Dias, de 33 anos, atropelada por um ônibus




























Nenhum comentário:

Postar um comentário