Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 18 de fevereiro de 2012

A bicicleta e as cidades


O livro A bicicleta e as cidades – Como inserir a bicicleta na política de mobilidade urbana -, desenvolvido pela TC Urbes em parceria com o Instituto de Energia e Meio Ambiente e organizado por Renato Boareto, com textos de Ricardo Corrêa, Kamyla Borges da Cunha e do próprio Renato Boareto, é um guia de 85 páginas sobre planejamento cicloviário para administrações municipais, contendo orientações, estatísticas, informações técnicas e imagens de infraestruturas implantadas em algumas cidades brasileiras e em outros países.
A mudança dos padrões de deslocamento dos habitantes através do uso de meios de transporte não motorizados é crucial para a construção de centros urbanos com padrões de qualidade de vida mais elevados. A bicicleta pode ser um importante elemento de reordenação e reconfiguração do espaço urbano e da lógica social, além de ser um vetor de melhoria ambiental.
Este trabalho pretende contribuir com essa mudança, divulgando informações que favoreçam a conscientização dos mais diversos públicos quanto à possibilidade de incorporar a bicicleta nos sistemas de mobilidade urbana e no cotidiano das pessoas, propondo a elaboração de planos cicloviários.
Um plano cicloviário é essencial para fundamentar uma política pró-bicicleta e compreende um processo de planejamento, implantação e gestão de um sistema cicloviário. Ele permite a criação de uma infraestrutura eficiente e de alta qualidade para a população das cidades e estimula, por meio de investimentos públicos e ações concretas, uma mudança cultural relativa ao modo de apropriação e uso do espaço urbano, tornando-o mais humano e sustentável. Neste trabalho são apontados ainda custos e etapas de planejamento para auxiliar o gestor público em seu processo de tomada de decisão.
(texto da contra-capa do livro)
Dentre os temas abordados, estão as visões tradicional e contemporânea da cidade, com a reconquista do espaço público para as pessoas; a promoção da inclusão social; a melhoria da qualidade ambiental; as características da mobilidade por bicicleta, como incorporá-la na cidade e as vantagens deste processo; a bicicleta e a legislação brasileira; e algumas diretrizes para projetos cicloviários, com estimativas de custos.
Há uma versão em pdf disponível para download aqui, e o exemplar impresso pode ser encomendado no Instituto de Energia e Meio Ambiente por e-mail.
Foi produzido também um documentário, que pode ser assistido aqui:

Nenhum comentário:

Postar um comentário