Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Bicicletas serão integradas ao metrô de Curitiba




Prefeitura afirma que canaletas serão transformadas em ciclovias

A implantação do primeiro trecho da Linha Azul do Metrô Curitibano desde a CIC/Sul até o Centro da cidade abrirá espaço para as bicicletas. As canaletas do expresso no eixo Norte Sul serão transformadas em ciclovia, num trecho de quase 13 quilômetros, que vai do Pinheirinho até a região central de Curitiba.

A implantação dos boulevares para a integração de pedestres e ciclistas nas canaletas por onde hoje circulam os ônibus expresso foi apontada pela presidente Dilma Rousseff como um dos destaques do projeto do metrô curitibano considerado por ela um dos melhores do Brasil.

“Uma parte extremamente relevante do projeto de Curitiba é a utilização do espaço das canaletas para uma área de integração de lazer e cultura da cidade. É destaque que mostra o caráter muito adequado deste projeto, dentro da visão que precisamos investir na mobilidade urbana”, disse presidente da República no anúncio dos recursos para o metrô.

O Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) responsável pelo projeto do Metrô Curitibano está projetando estacionamento para bicicletas nas 13 estações de embarque e desembarque do metrô. Assim, quem estiver pedalando na ciclovia e quiser continuar o deslocamento usando o metrô poderá guardar a “magrela” dentro de uma estação.

Com cerca de 120 metros de largura por 21,5 de comprimento, cada estação poderá ter cerca de 35 vagas para bicicletas, totalizando 455 vagas de estacionamento ao longo do trecho do metrô. Além das bicicletas, o Ippuc também está projetando estacionamento para carros e motos dentro das estações.

Na superfície, junto com a ciclovia, as canelas terão ainda equipamentos para lazer da população e paisagismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário